Data de Hoje
23 October 2021

Velo-táxi é testado no centro histórico de Salvador para gestantes e idosos

z2

Em fase de teste gratuita, o trecho percorrido é entre a Praça Thomé de Souza e o Pelourinho

A capital baiana tem um novo meio de transporte sustentável: o triciclo velo-táxi. Veículo comum na Europa e em grandes cidades do mundo, o triciclo velo-táxi chega a Salvador, inicialmente, para ajudar na locomoção de gestantes, idosos e pessoas com dificuldades de locomoção em curtas distâncias. Em fase de teste gratuita, o trecho percorrido é entre a Praça Thomé de Souza e o Pelourinho.

A ação é uma iniciativa da Prefeitura de Salvador, por meio do Escritório Mundial da Copa (Ecopa) e do Movimento Salvador Vai de Bike, em parceria com a empresa Cycle’One, responsável pelo equipamento. Os novos equipamentos foram apresentados ontem à população, que aprovou a iniciativa.

De acordo com Isaac Edington, secretário da Ecopa e coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike, o objetivo é desenvolver ações relacionadas à mobilidade, assim como o uso das bicicletas. Para ele, os velo-táxis representam a introdução de um novo meio de transporte sustentável.

“É um transporte bastante utilizado no mundo inteiro. Estes triciclos que a cidade está conhecendo foram fabricados na França. Até domingo, o serviço estará disponível das 10h até as 17h30, em fase de teste gratuita. Ainda não foram estipulados valores para a passagem, mas serão preços populares”, explicou Edington.

Ainda de acordo com o secretário, durante toda essa semana as entidades envolvidas irão avaliar o serviço e a aceitação do público. “Até então estão sendo feitos pequenos trajetos entre a Praça Thomé de Souza e o Pelourinho. Vamos avaliar até domingo, se vai ficar nesse local ou se vamos levar para outros pontos”, afirmou.

O triciclo velo-táxi é movido à propulsão humana, com a ajuda de assistência elétrica para auxiliar o condutor em ladeiras. Até então, apenas dois equipamentos estão na cidade, mas, nos próximos três meses, mais dois triciclos chegarão à cidade. O intuito da Cycle’One é trazer cerca de 50 velo-táxis em até 2 anos para rodar em diversos pontos da cidade.

“Escolhemos Salvador porque a cidade tem uma grande necessidade de nova tecnologia, e também porque é minha cidade natal. Além de ser um veículo sustentável, vai trazer integração social, gerando emprego, inclusive para mulheres”, disse o diretor executivo da Cycle’One, Itamar Ferreira.

Os equipamentos contam com assistência elétrica para facilitar o transporte em ladeiras. Com bateria de 250W, o triciclo chega a 50 km, mas a bateria pode ser trocada em até 30 segundos. Os triciclos são feitos com polietileno e tem capacidade para o condutor e dois passageiros, suportando até 170 kg.

Na fase teste, muitos baianos e turistas aproveitaram para utilizar o serviço e se familiarizar com os equipamentos. Quem passou pela Praça Thomé de Souza na tarde de ontem, e conheceu o novo meio de transporte, não poupou elogios.

“Gostei muito e achei bastante confortável. Já tinha visto na televisão, mas não imaginava ver aqui em Salvador. Adorei, está aprovado”, disse a cabeleireira Amanda Bispo, 35, que passeava com sua filha Hadassa Luz, de 1 ano e 2 meses. Amanda espera que mais triciclos cheguem à capital baiana para auxiliar no transporte.

Facebook Comments