Data de Hoje
27 September 2021

‘Verdades Secretas’: Alex humilha Angel e ergue a mão para bater nela

Trama da Rede Globo, do horário das 23h, vai ao ar após exibição da novela ‘A Regra do Jogo’

O relacionamento entre Alex (Rodrigo Lombardi) e Angel (Camila Queiroz) vai passar por momentos complicados nos próximos capítulos da novela das 23h da Rede Globo, ‘Verdades Secretas’. De acordo com informações da coluna Telinha, do jornal ‘Extra’, tudo vai começar após Carolina (Drica Moraes) permitir que Gui (Gabriel Leone) entre no apartamento deles para conversar com a modelo.

“Ela não podia ter deixado aquele moleque subir. O Gui não serve pra você, a tua mãe é burra, se não percebe isso”, diz ele para jovem. “Você sabe muito bem porque tá falando assim. Não tem nada que ver com o Gui. Tem a ver comigo! Comigo e você. Não tinha nada que brigar com a minha mãe”, responde ela. Irritado, o empresário vai dizer que já cansou de dizer que o rapaz não serve para ela. “Olha aqui, quem tem que saber quem serve pra mim ou não sou eu mesma”, dispara ela.

“Você mora na minha casa, é sustentada pelo meu dinheiro e tua mãe também, então eu tenho o direito de dar opinião, de dizer o que é melhor pra você”, diz Alex. “Eu não fui vendida como escrava. Quer jogar seu dinheiro na minha cara? Mudo pra casa da minha avó hoje mesmo”, responde Angel, que vai ficar em choque a atitude do padrasto. “Repete isso e leva uns tapas. É de uma surra que você tá precisando, tem que aprender a me respeitar”, afirma o empresário.

Irritada, a filha de Carolina não para a discussão: “Respeito, você não tem nem por você mesmo. E por mim, não é respeito que você tem, é outra coisa. Eu não vou abaixar a cabeça pra você”. Sem perder a postura, Alex diz: “Enquanto comer do meu prato, vai fazer o que eu mandar”. A briga fica cada vez mais feia até que Carolina chega bem na hora que Alex ergue a mão para bater em Angel.

“Não ergue a mão pra minha filha. Abaixa esse braço, eu exijo”, pede a ex-secretária. “Agora você exige?”, questiona o galã. “Exijo. Enquanto a briga é comigo eu choro, eu me lamento. Mas eu ouvi as vozes alteradas do quarto e vim defender minha filha. Eu sou mãe, eu defendo minha filha, entende? Faço qualquer coisa! Qualquer coisa! Você não tem o direito de tocar num fio de cabelo dela”, responde Carolina.

Por: iBahia

Facebook Comments