Data de Hoje
24 September 2021
Foto: Reprodução

Vereador pede a mudança do comando da Guarda Municipal em Salvador: ‘Gestão desastrosa’

O assassinato de um morador de rua, na última quarta-feira (13), por um agente da Guarda Municipal de Salvador voltou a levantar o debate sobre a atuação desses servidores na capital. Para o vereador Luiz Carlos Suíca é preciso mudar, de imediato, o comando da guarda e estabelecer limites para focar no policiamento patrimonial e comunitário do município. “Não dá para continuar com essa gestão desastrosa. Primeiro agrediram vários garis em São Marcos, atiraram em ambulante na Piedade com arma de grosso calibre, usando bala de borracha, deixando sequelas, depois espancaram artistas e moradores de rua, e agora assassinaram uma pessoa. Temos que apurar os fatos e trazer uma resposta à sociedade e não empurrar com a barriga. Chega de impunidade. São fatos como estes que revoltam os moradores da periferia e deixam nós legisladores ainda mais engajados na luta contra o extermínio da população negra deste país”.

LEIA TAMBÉM: ACM NETO DIZ QUE GUARDA MUNICIPAL SERÁ PUNIDO SE FOR PROVADO ABUSO DE PODER
HOMEM É BALEADO POR GUARDA MUNICIPAL EM FRENTE AO MERCADO MODELO

De acordo com informações preliminares, o homem assassinado teria se envolvido em uma briga com policiais civis, o guarda tentou auxiliar na captura e efetuou os disparos que matou o morador de rua. “Tem um vídeo circulando nas redes sociais que registrou a ação e mostra que os tiros foram disparados pelas costas. Está claro o abuso de poder e isso não pode ficar impune, esse servidor tem de ser afastado de imediato para apurar se os disparos foram em legítima defesa ou não. Se não foi em legítima defesa a justiça tem de atuar e garantir os direitos individuais”.

Ainda conforme Suíca, esse tipo de gestão aliada à violência na Bahia não cabe mais. “Alguns guardas acham que devem atuar como jagunços e capitais do mato, como faziam os seguranças dos coronéis que tanto conhecemos dos romances de escritores baianos. Fizemos várias audiências e têm servidores de outros estados que defendem uma guarda municipal com maior aproximação do povo, numa ação mais educativa e menos agressiva. Temos de avançar em todos os setores e a mudança no comando é importante até para manter a integridade da Secretária de Ordem Pública [Semop]”, completa.

Click Notícias

Facebook Comments