Data de Hoje
22 July 2024

Vereadores querem investigar processo licitatório do transporte de Salvador

Os trabalhadores demitidos da empresa de ônibus Barramar, que deixou de circular desde o domingo (1) em Salvador, ainda estão preocupados se serão relocados, como afirmou o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller. O líder da oposição na Câmara de Vereadores, Gilmar Santiago, afirmou na sessão desta segunda-feira (2), ter recebido mensagens dos rodoviários que aind anão receberam nenhuma garantia.



“Os cerca de 1,2 mil trablhadores não sabem qual serão o seu futuro. Recebi ligações de muitos preocupados. São milhares de famílias que não tem como sobreviver”, acrescentou. O presidente da Comissão de Transporte, Trânsito e Serviços Municipais, Euvaldo Jorge (PP), garantiu que o secretário de Transportes, Fábio Mota, em negociação com o Seteps, que as 15 empresas que assumirão as 55 linhas da Barramar, também assumirão 100% dos rodoviários. “Fiquem tranquilos que todos os trabalhadores serão relocados”, afirmou.



A comunista Aladicle Souza chamou a atenção para a licitação do transporte público da capital. De acordo com o secretário Fábio Mota, no próximo dia 27 de junho, a ganhadora do processo licitatório será conhecida. A empresa vai explorar o transporte coletivo por 25 anos. Segundo a vereadora, a modalidade escolhdia pela prefeitura vai prejudicar ainda mais o serviço.



“O empresário vai explorar essa concessão, que dá muito lucro, e vai apenas dar para a prefeitura R$ 7 por dia, por ônibus. Antes as empresas precisavam recolher de 8 a 10%. O que vai acontecer agora é um ‘negócio da China’, ou até mesmo um cartel”, apontou. Já o petista completou que o processo precisa ser acompanhado de perto pela Casa, pois, segundo ele, a empresa ganhadora vai ser a financiadora da campanha eleitoral.



O governista Tiago Correia (PTN) defendeu o prefeito ACM Neto (DEM), que está preocupado com o serviço do tranporte público da capital. “Antes esta Casa queria que a licitação logo saísse, e agora não entendo por que estãos endo contra”, ponderou.



Licitação



De acordo com o secretário de Urbanismo e Transportes de Salvador, Fábio Mota, muitas mudanças serão perceptíveis para os cerca de 1,1 milhão de usuários do transporte público, diariamente.



Segundo Mota, o edital está aberto para todas as empresas do Brasil. Dentre as especificidades estão a garantia de ônibus com no máximo três anos e meio de uso, climatizados, GPS, frota 100% com acessibilidade e motores com menos transmissão de monóxido de carbono.