Data de Hoje
23 July 2021

Vernissage marca 50 anos de arte de jornalista baiano

MANECA_MUNIZ_EXPOSICAO

Fotos: Divulgação

O olhar crítico do jornalista e escritor baiano Maneca Muniz mira outros meios. De volta às suas origens, Maneca apresenta a sua Vernissage para comemorar 50 anos de arte na próxima quinta-feira (28), a partir das 19 horas no espaço Gourmet Casa dos Vinhos, no Imbuí. Do universo do jornalismo para as telas em 50 obras originais um mergulho para descortinar a beleza de áreas alagadas, rios e mares cercados de casas e pássaros.

A exposição de Maneca é um passeio pelo cotidiano urbano que convive com desigualdades sociais como as palafitas dos Alagados, mas também retrata a beleza natural de Pituaçu, berço de sua inspiração. “Inspiração literária, artística e até sexual”, brinca ao relacionar sua vivência de mergulhar sem roupa na lagoa.

MANECA MUNIZ-CREDITO HAROLDO ABRANTES

Maneca recorre às técnicas de pintura em pincel à óleo e espátula, voa alto no uso de cores tropicais e revela sua veia artística em cenários ricos em natureza viva. Do conjunto da obra vem a confirmação da força de renovação do jornalista que nunca deixou de arriscar outros aprendizados. “O homem que não sonha está morto”, profetiza.

Ainda como pano de fundo da exposição, a singela e original homenagem a personalidades contemporâneas de Maneca que marcaram a sua trajetória de projetista e artista plástico: Guido Guerra, Cid Seixas, Carlos Cunha, Calazans Neto e, em especial, Oleone Coelho Fontes.

Facebook Comments