Data de Hoje
5 July 2022

Vetada nos estádios, caxirola tenta emplacar como souvenir para turista

Vetada nos estádios por questão de segurança, após ser atirada no gramado durante uma partida do campeonato baiano, a caxirola agora deve ser vendida como souvenir para brasileiros e estrangeiros. Criado pelo músico Carlinhos Brown para ser uma espécie de “vuvuzela” brasileira, o instrumento será oferecido em versões dos 32 países que vão disputar a Copa do Mundo, com cores e bandeiras. Comercializado pelo grupo norte-americano The Marketing Store e um dos produtos licenciados pela Fifa, o objeto é feito de plástico e inspirado no caxixi (tipo de chocalho). Procurada pelo G1, a Fifa confirmou o veto nos estádios. “A decisão de não permitir a caxirola nas arenas foi tomada por razões de segurança após a manifestação contrária à comercialização e porte do instrumento nos estádios por parte do Ministério da Justiça”, informou a Fifa. Não será permitida a entrada, nos locais dos jogos, de torcedores com qualquer instrumento musical, independentemente do tamanho. A lista de itens proibidos inclui ainda canecas, garrafas, guarda-chuva, bolas infláveis, entre outros. Mesmo com a proibição, a The Marketing Store afirma que espera vender “milhões de unidades”. “Nunca ninguém nos prometeu ou nos garantiu que o instrumento poderia entrar nos estádios. A gente sabia desde o começo que não seria fácil. Entendemos a precaução, pois as ocorrências de violência nos estádios atrapalham bastante. Recentemente, vimos até a proibição de chinelo nos estádios", disse o vice-presidente de negócios da empresa, Genival Britto. O produto é vendido nos aeroportos brasileiros e nas principais lojas do varejo e também estará à venda nas 12 Fan Fests – espaços abertos ao público que a Fifa está montado nas 12 cidades-sede da Copa. Na loja virtual da caxirola, o objeto custa R$ 30. Segundo Britto, o projeto já dá lucro e não houve, até então, nenhuma devolução. “Tudo que a gente coloca na prateleira está sendo vendido. Acreditamos que mais de 90% das vendas vão ocorrer durante os dias de jogos. Mas, mesmo se imaginarmos o pior cenário, o que já vendemos até aqui já nos garante lucro", afirmou

 

 

 

 

Facebook Comments