Data de Hoje
23 October 2021
Doença calcanhar de maracujá/ Foto: Reprodução

VÍDEOS COM CENAS FORTES: Entenda sobre a doença chamada calcanhar de maracujá

Essa patologia se origina do contato das larvas da mosca “varejeira”, que se instalam na área do calcanhar, consumindo tecidos externos e internos do pé, deixando um rastro esbranquiçado, assemelhado as sementes do maracujá, o que foi motivo de inspiração ao nome dado a doença.

A larva da mosca varejeira pode entrar no corpo através da pele quando se anda descalço ou através da picada da mosca varejeira na pele que deposita seus ovos que depois se transformam em larvas.

O calcanhar de maracujá tem cura mas para alcançá-la é preciso seguir corretamente o tratamento proposto pelo médico e manter as moscas varejeiras longe.

Doença atinge algumas partes do corpo/ Foto: Reprodução

Doença atinge algumas partes do corpo/ Foto: Reprodução

Mosca que causa a doença

Na Miíase primária, a mosca hematófaga (mosca varejeira), deposita seus ovos sobre a pele sadia. Estes invadem os tecidos sadios e desenvolvem-se como larvas. Conhecida vulgarmente como “bicheira” é dividida em Migratória e Furunculoide. Já na Miíase secundária, uma mosca da espécie não parasitária, vai depositar suas larvas ou mucosas em regiões de alguma forma, já lesionadas por ulcerações ou feridas.

Causas do calcanhar de maracujá

A larva da mosca entra na pele e se desenvolve nesse local, como por exemplo, quando se anda descalço.

Após a entrada da larva, o local fica avermelhado e um pouco inchado, com um furinho no meio, por onde a larva respira e o indivíduo pode sentir dor em pontada e coceira no local.

As larvas crescem por causa da própria condição necrosada dos tecidos, já em estado de decomposição. Essa espécie de Miíase divide-se em: miíase cutânea, cavitária e intestinal. Essa patologia é conhecida também como: Miíase obrigatória, facultativa ou necrobiontófaga ecalcanhar de maracujá pode se desenvolver em áreas como olho, boca, nariz, por exemplo.

Calcanhar corroído por larva/ Foto: Reprodução

Calcanhar corroído por larva/ Foto: Reprodução

fdc6804a5a1f0cc97160906f6de314b8

Larvas corroendo o calcanhar/ Foto: Reprodução

Tratamento para calcanhar de maracujá

Em geral, o tratamento para o calcanhar de maracujá é feito através da retirada dos vermes da região por um profissional de saúde, sendo que o médico também pode prescrever o uso de remédios orais, como Ivermectina, ou pomadas antibióticas.

O tratamento do calcanhar de maracujá também pode ser feito com terapia larval, que consiste no uso de larvas da mosca-varejeira criadas em laboratório que se alimentam de tecido podre, sem mexer nas partes saudáveis. O indivíduo não sente nada, pois esse tecido está morto e o tratamento geralmente dura cerca de 2 a 6 meses.

Prevenção

Para se prevenir contra esta doença, o importante é estar atento para não se expor ao contato com as moscas varejeiras, e se algum sintoma for detectado, a atenção e o cuidado para a região é aconselhado e análise por um especialista é sempre recomendado.

O simples fato de se andar descalço, pode desencadear um contágio, sendo também recomendado o uso de calçados, principalmente em áreas onde não a uma boa condição de higiene ambiental.

A simples picada do inseto pode ser fator de transmissão de seus ovos e possível contaminação da região afetada.

O uso de Difusores de Ambiente com óleos e essências de citronel e limão podem colaborar para afastar as moscas varejeiras, evitando o contato com as mesmas.

Procurar sempre manter protegidas as áreas do corpo que possam apresentar lesões e ulcerações de qualquer espécie, evitando possíveis transmissões da patologia, devido a contaminação pelas moscas varejeiras, redobrando-se o cuidado, principalmente em regiões rurais, onde sua incidência é maior.

A qualquer sintoma ou sinal estranho, que persista de maneira anormal, é aconselhável a visita a um clínico geral para a devida avaliação de maneira profissional e responsável, evitando assim o desenvolvimento da patologia e suas complicações.

VÍDEO EXPLICATIVO DA DOENÇA:

https://www.youtube.com/watch?v=hw-Ej1B5Z9s

 

OUTRO VÍDEO:

https://www.youtube.com/watch?v=w5XGZcjntz0

https://www.youtube.com/watch?v=SjZ6mwJhfXk

 

Click Notícias/ Inf.: Saúde Medicina/ Tua Saúde

Facebook Comments