Data de Hoje
3 December 2021
woman looking at man

Vinte coisas que você precisa saber sobre sexo até os 40 anos

Está chovendo pouco na sua horta? Sim, com a passagem dos anos e décadas vamos aprendendo que a safra de prazer na fazenda do amor pode sofrer variações drásticas. Mas além do clima e dos hormônios, existe outra variável que influencia diretamente a produção de orgasmos: o conhecimento. Por causa disso, o site Prevention listou vinte coisas que toda mulher deveria saber até chegar aos 40 anos. Confira a seguir desde mitos sexuais até etiqueta na cama, e de um upgrade na sua vida sexual!

1. Ele não liga se você se depilou/raspou
Na boa, isso mal passa pela cabeça de um homem na hora H.

2. A largura é sempre mais importante que o comprimento
Se você realmente liga para o tamanho do pênis (e estudo mostram que as mulheres ligam muito mais para o visual do que para dimensões), sabe que a grossura faz muito mais diferença em termos de prazer do que o comprimento.

3. Todas as mulheres fazem
Masturbação, é claro. Numa pesquisa feito pela Associação Americana de Aposentados (AARP), praticamente metade das mulheres entre 45 e 49 confessam que deram conta do recado com as próprias mãos nos últimos seis meses. E muitas delas usaram mais do que só as mãos. Em outro estudo de 2009 feito pela Universidade de Indiana, mais da metade das participantes afirmaram usar o vibrador pelo menos uma vez por mês.

4. O homem também gosta de carinho…
E não só quando ele está “meio em coma” ao se aconchegar ao seu lado depois do sexo. Durante o sexo, tanto homens quanto mulheres liberam ocitocina – o hormônio do carinho – que ajuda mães a criarem laços afetivos com bebês. E como isso funciona nos caras? Neles a ocitocina acelera o desejo por intimidade, além de estimular sentimentos de confiança, de acordo com um estudo realizado em 2007 pela Universidade de Zurique.

5. Não dá pra saber qual o tamanho apenas pelas mãos
Quanto maior o dedo anelar do homem, maior o seu pênis, revela um estudo feito pela Universidade de Liverpool. Ambos são determinados pela quantidade de testosterona que o sujeito foi exposto quando ainda estava no útero. Se o anelar for do mesmo tamanho ou menor que o dedo indicador, ele recebeu menos níveis de testosterona. Caso seja maior, é melhor tomar cuidado!

6. Vale a pena tentar
A variedade é o tempero da vida…e do sexo. Seja numa rede, num avião, no chão da cozinha ou no chuveiro, vestida de couro ou renda, se é novo, é melhor.

7. Pornografia é excitante
A ideia de que as mulheres demoram mais tempo para ficarem excitadas não é verdadeira. Um estudo feito em 2007 mostrou que quando elas assistem pornografia, ficam excitadas tão rápido quanto os caras. Através de imagens térmicas, pesquisadores da Universidade McGill, em Montreal, descobriram que, quando assistem pornografia, os homens ficam completamente excitados em 664,6 segundos (11 minutos), bem pouco abaixo dos 743 segundos que elas levam (12 minutos) para alcançar o ápice.

8. Diga Ohh ao invés de Ohm
Buscando a calma que a yoga proporciona? Prefira um orgasmo. Você se sente relaxada após o clímax porque você praticamente teve morte cerebral enquanto transava. É sério! Ao utilizar scanners para medir a atividade cerebral, pesquisadores holandeses descobriram que as mulheres sofrem uma ausência absoluta de emoções durante o orgasmo – incluindo medo, ansiedade e estresse.

9. Fingir não faz sentido
Mostrar pra ele o que você gosta: brilhante.

10. É melhor com meias
Se a sua vida sexual não é quente, pode ser porque você está com frio. Outro estudo feito na Holanda mostrou que os casais com pés frios tinham mais problemas para alcançar o orgasmo – somente 50% deles conseguiram. Ao colocarem meias, o número disparou para 80%.

11. Honestidade nem sempre é a melhor política
Então você pensou em traição – talvez um beijo roubado ou uma rapidinha no horário de almoço. Você deveria confessar para compensar? Nem pensar. “Jogar a real” apenas irá gerar dor no parceiro e danificar seu senso de confiança. Se você quer protegê-lo e manter o relacionamento, engula a culpa e fique de boca fechada.

12. Os mamilos dele podem ser tão divertidos quanto os seus
Imagine se o seu parceiro nunca tocasse seus mamilos durante as preliminares ou o sexo propriamente dito. Sim, seria terrível se o cara os ignorasse completamente. Então por que você está ignorando os dele? Os mamilos são tão importantes para ele quanto os seus são para você. Pouco mais da metade dos caras entrevistados por uma pesquisa feita pela Universidade de Sheffield, na Inglaterra, em 2006, responderam que o estímulo dos mamilos os deixavam excitados ou aumentavam o prazer. Mas apenas 17% deles pedem.

13. Nunca é tarde demais
Mesmo que o sexo não seja algo que você faz em aniversários e comemorações históricas, você sempre pode começar de novo. Tudo que você precisa fazer é…transar! Você pode ter que se forçar pra começar, mas quanto mais fizer, mais vai querer fazer. Comece com uma vez por mês, então passe para uma vez por semana e depois, quem sabe? Talvez você vire uma mulher que faz uma vez por dia.

14. Sexo pelo telefone pode ser divertido
É o futuro, embora poucos quarentões saibam. De acordo com uma pesquisa feita pela AARP, apenas 17% dos homens e 18% entre 45 e 49 já transaram pelo telefone.

15. Ninguém faz melhor que você
Você pode mentir ao seu parceiro para que ele acredite que te levou ao orgasmo, mas sabe que consegue chegar lá bem mais rápido se assumir as rédeas. Quando uma mulher se masturba, ela alcança o clímax em 4 minutos. Com preliminares e penetração, pode levar até 20 minutos.

16. Se você estiver cansada demais, pior pra ele
A melhor coisa em envelhecer é que você pode fazer – ou não fazer – o que quiser. Se disser com jeitinho, seu parceiro deve entender que você está com dor de cabeça ou só quer assistir TV tomando alguma coisa ao invés de transar. A menos, é claro, que a maratona – ou a dor de cabeça – seja um evento semanal.

17. Beijar bem é bom sinal
Estudos mostram que as mulheres tendem a avaliar um relacionamento a partir das habilidades de pegação. E elas são mais propensas a transar com um homem que sabe beijar muito bem.

18. Penetração não é suficiente
Caso pense que você é a única, vale saber: quase um terço das mulheres não têm orgasmos durante a penetração. Isso porque a modalidade raramente estimula o clitóris, a maior fonte de prazer do corpo feminino.

19. Menos sexo significa mais trabalho
Se você não está transando, o que você está fazendo com o seu tempo? As chances são de que você está trabalhando mais. Homens e mulheres se voltam para o trabalho para preencher o vazio quando eles transam menos de uma vez por semana, segundo uma pesquisa realizada com 32 mil pessoas pela Universidade de Gottingen, na Alemanha.

20. Não é você…é ele
Ao contrário da crença popular, os homens não estão sempre preparados para o sexo – especialmente os que estão na meia idade. Muitos passam por sua própria forma de menopausa, já que os níveis de testosterona começam a cair. Após os 40 anos, os níveis de testosterona estacionam em aproximadamente 1% ao ano, com uma redução brusca entre os 45 e 50. Então se ele levar mais tempo para ter uma ereção, vá com calma e seja paciente tanto com ele quanto com você.

21. Ninguém quer saber
Poupe sua amiga, irmã, colega de quarto e trabalho dos detalhes da sua vida sexual. Pode ter sido divertido comparar observações aos vinte e poucos, mas como uma mulher madura, é inoportuno e indelicado. Coloque-se no lugar do outro: você realmente quer que eles imaginem você e seu marido transando na sacada?

Facebook Comments