Data de Hoje
29 November 2021

Vinte e três viadutos de Salvador apresentam estrutura deteriorada

Vinte e três viadutos de Salvador apresentam estrutura deteriorada

Foto: Welton Araújo

 
Mais da metade dos viadutos de Salvador precisa de reparos, segundo a Secretaria de Infraestrutura e Defesa Civil (Sindec). A necessidade de intervenção foi constatada por engenheiros do Sindicato de Engenharia e Arquitetura da Bahia (Sinaenco) no estudo intitulado Prazo de Validade Vencido, em 2006, durante a gestão do então prefeito João Henrique (PSL). De acordo com a atual administração municipal, apenas dois dos 25 viadutos que apresentavam problemas na estrutura – o de Patamares e o da rua Gamboa de Cima – passaram por obras. De acordo com o jornal A Tarde, a estrutura mais danificada é a da Avenida Sete de Setembro, que passa sobre a rua Gamboa de Cima. O elevado tem vigas e tubulações expostas e gradil enferrujado. Na gestão anterior, a Sindec chegou a elaborar projeto para reparar 11 deles, mas a execução não aconteceu. Segundo Eduardo Azevedo, presidente do Sinaenco, os problemas detectados em 2006 persistem em vários bairros. De acordo com a Superintendência de Conservação e Obras Públicas de Salvador (Sucop), apesar de alguns viadutos estarem deteriorados, nenhum deles oferece risco de desabamento. Em Belo Horizonte, a polícia civil ainda investiga a causa do desabamento do viaduto Batalha dos Guararapes, na Pampulha, que deixou dois mortos e outros 23 feridos na semana passada. Para Azevedo, a qualidade das obras passa por problemas conjunturais no Brasil. Ele aponta como fatores preponderantes a ausência de fiscalização efetiva e a anulação de algumas etapas do processo licitatório.
Facebook Comments