Data de Hoje
23 October 2021

Vitória: Gol contra abre porteira e Leão cai

650x375_goulart-cruzeiro_1431752

Goulart festeja e Wilson lamenta 2º gol do Cruzeiro

Depois do show que os alemães deram no Mineirão com o 7 a 1 em cima da Seleção Brasileira, ontem, por ironia do destino, foi a vez de um zagueiro apelidado de Alemão ser destaque em partida realizada no estádio.

O beque do Vitória marcou gol contra bizarro aos 16 minutos do segundo tempo, desmontou a retranca armada pelo técnico Jorginho e abriu caminho para o triunfo do Cruzeiro, por 3 a 1.

Assim, a Raposa continua na ponta do Brasileirão, com 22 pontos, três a mais do que os perseguidores Corinthians e São Paulo. Já o Leão, com sete, caiu para a vice-lanterna.

Ferrolho

Ataque contra defesa. É o resumo perfeito do primeiro tempo no Mineirão. Ao escalar quatro marcadores no meio-campo, Jorginho chamou o Cruzeiro para o campo do Vitória na intenção de surpreender o rival utilizando a velocidade do ponta Caio nos contra-ataques.

A única vez, no entanto, que o jogador criou algum lance de perigo à meta defendida por Fábio foi aos 30 minutos, quando ele cruzou e Richarlyson se atrapalhou na hora de cabecear.

O Cruzeiro tomava a iniciativa, mas não conseguia exibir sua maior qualidade. Devido à forte marcação rubro-negra, o toque de bola dos mineiros falhava. A equipe chegou perto de abrir o placar quase sempre em jogadas aéreas. Marcelo Moreno, duas vezes, e Manoel perderam as chances.

A troca de passes da Raposa surtiu efeito aos 36 minutos. Após boa tabela, entretanto, Lucas Silva carimbou Ayrton.

"Temos que continuar do mesmo jeito", disse o mesmo Ayrton no intervalo. "Essa é a nossa proposta", conformou-se Caio, quase sem apoio na criação de jogadas. Estava claro, assim, que o Vitória seguiria sua batalha de segurar o ímpeto do Cruzeiro na segunda etapa.

E estava se saindo muito bem na empreitada até um lance inacreditável aos 16 minutos. Era o melhor momento do Leão no jogo e o Cruzeiro criava pouco. Tanto que Éverton Ribeiro, craque do time, viu-se obrigado a mandar chuveirinho despretensioso à área. Alemão, mesmo sem rivais por perto, desviou contra a própria meta.

O lance abriu a porteira para mais gols cruzeirenses. O goleiro Wilson falhou ao não sair no tento de cabeça de Ricardo Goulart, aos 26, e ao deixar passar chute mascado de Éverton Ribeiro aos 30.

Ainda houve tempo para o golaço de falta de Ayrton, aos 46 minutos. Valeu só para o DVD.

Ficha técnica – Cruzeiro 3 x 1 Vitória

Gols: Alemão (contra), aos 16, Ricardo Goulart, aos 26, Éverton Ribeiro, aos 30, e Ayrton, aos 46 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO

Fábio

Ceará

Manoel

Léo

Egídio

Lucas Silva

Henrique

Éverton R. (Tinga)

Ricardo Goulart

Marquinhos (Dagoberto)

Marcelo Moreno (Júlio Baptista)

T: Marcelo Oliveira

VITÓRIA

Wilson

Ayrton

Kadu

Alemão

Danilo Tarracha

Adriano

Josa

Richarlyson

(Vander)

José Wellison

Caio (Willie)

Dinei

T: Jorginho

LOCAL: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

ÁRBITRO: Péricles Bassols Pegado Cortez

ASSISTENTES: Rodrigo Henrique Correa e Eduardo de Souza Couto (trio do Rio de Janeiro)

CARTÕES AMARELOS: Richarlyson, Adriano e Alemão (Vitória)

PÚBLICO: 25.810 pessoas

Facebook Comments