Data de Hoje
23 October 2021
Cobrança deve ser cessada imediatamente (Foto:Reprodução/TecMundo)

WhatsApp deixa de cobrar US$ 1 por ano, segundo criador

O WhatsApp vai deixar de cobrar US$ 1 por ano, de acordo com um dos criadores e presidente-executivo do aplicativo Jan Koum. “Estamos felizes de anunciar que o WhatsApp não irá mais cobrar taxa de assinatura”, disse nesta segunda-feira, 18. Atualmente, o download é gratuito, mas os usuários pagavam para usar o serviço de mensagem.

Ainda segundo o ucraniano, o aplicativo alcançou 990 milhões de usuários em todo o mundo. Há dois anos, o WhatsApp tinha 430 milhões de usuários. Mesmo com o crescimento, o executivo ficou decepcionado por não anunciar que o aplicativo alcançou 1 bilhão de pessoas.

Jan Koum explicou que a decisão foi tomada após perceberem que a estratégia era equivocada. “Conforme crescemos, descobrimos que essa abordagem não funcionou bem. Muitos usuários do WhatsApp não têm cartão de débito ou crédito e ficavam preocupados em perder acesso a seus amigos e família após seu primeiro ano”.

De acordo com ele, as cobranças serão cessadas imediamente, mas as ferramentas de pagamento poderão demorar algumas semanas para serem removidas.

Mesmo sem cobrar, o ucraniano disse que o aplicativo vai continuar evitando publicidade e spam, mas buscará um modelo de negócio para conectar pessoas e negócios. “Começando este ano, nós iremos testar ferramentas que permitam usar o WhatsApp para se comunicar com empresas e organizações”, disse.

“Isso pode significar falar com seus bancos sobre se uma transação recente é fraudulenta ou com uma empresa aérea sobre um voo atrasado. Nós todos recebemos essas mensagens em qualquer lugar hoje – por meio de mensagens e ligações -, então queremos testar novas ferramentas para que isso seja mais fácil de fazer pelo WhatsApp”, explicou.

Por A Tarde
Facebook Comments